10 junho, 2014

A verdade por trás dos alimentos afrodisíacos

Em primeiro lugar, quero esclarecer a origem dos alimentos afrodisíacos, a verdade não os trago porque eu a desconheço. Em segundo lugar, se espera encontrar o segredo para ser o melhor sexualmente ativo do mundo, pare agora mesmo de ler e siga sua vida.

O corpo humano é formado através de tudo o que ingerimos e respiramos. Cada nutriente e outros elementos presentes no ar, na comida e na bebida será utilizado de alguma forma pelo corpo para a formação de todos nossos tecidos corporais. Segundo a biologia, a divisão é feita entre quatro grupos gerais de tecidos: muscular (constituídos por células com propriedades contráteis); epitelial (revestimento da superfície externa do corpo, órgãos e cavidades corporais internas; conjuntivo (constituído por células e abundante matriz extra células, com função de preenchimento, sustentação e transporte de substâncias); nervoso (formado por células que constituem o sistema nervoso central e periférico).

Analisando todo nosso corpo numa boa noite de sexo, o sucesso do desempenho também depende de uma boa alimentação. Os órgãos sexuais reprodutivos dependem de uma boa formação para um melhor funcionamento. E de energia, para te manter ativo.

Faça do teu alimento o teu remédio, já dizia Hipócrates. 


O famoso livro Kama Sutra, não só ensina posições (mirabolantes) sexuais para apimentar a relação. É um enorme tratado intitulado Vatsayana Kama Sutra ou Aforismos do amor, por Vatsayana. São mais de mil e duzentos versos baseados em histórias e contos de séculos antes desse compêndio escrito pelo autor, para falar de tudo o que envolve a ciência do amor. O livro é divido em 7 partes, dividas em 36 capítulos tratando de tudo quanto é assunto que envolve o relacionamento homem e mulher. Soa machista, mas o que esperar de um livro escrito há milhares de anos? Mas pensando melhor, é um dos melhores presentes a se dar para o namorado, quem sabe ele relembra da boa e velha educação. Há escritos sobre como devem se comportar (homens e mulheres), como cortejar uma mulher, como deixar uma mulher caidinha, como dar prazer à mulher (e como dar prazer a um homem também). É um livro de cidadania também. Fala sobre as virtudes de ambos os sexos, as leis das relações sexuais, monogamia e poligamia, infidelidade, prostituição, casamento, etc. As posições sexuais são apenas um capítulo 36 existentes. E o que nos interessa neste blog é a última parte do livro, intitulada: Parte VII. Sobre os meios de atrair os outros para si mesmo. Capítulo I. Adorno pessoal, subjugar o coração dos outros e tônicos medicinais.

“Quando uma pessoa deixa de obter o objeto de seu desejo por qualquer das formas anteriormente relacionados, ele deve, então, recorrer a outras formas de atrair os outros para si mesmo. Agora, boa aparência, virtudes, jovialidade e generosidade são os principais e maioria dos meios naturais de fazer uma pessoa agradável aos olhos dos outros. Mas na ausência destes, um homem ou uma mulher podem utilizar meios artificiais, a arte e seguir algumas receitas que podem ser consideradas úteis.”

Todo o charme de Zé Bonitinho. 


Leram bem, meios artificiais, caso só se deu mal até o presente. Este capítulo que se inicia dessa forma tão amorosa, prescreve várias receitas para ter um cabelo mais bonito, aumentar o pênis, perfumar a vulva, remover pelos do corpo, apressar o ataque da mulher, afrodisíacos, entre outros. Por exemplo: “Se um homem pegar a casca de sementes de gergelim, e deixar de molho ovos de pardais, e em seguida, fervê-los em leite, misturar com açúcar e ghee, junto com os frutos de trapa bispinosa e a planta kasurika, adicionar farinha de trigo e feijão, e, em seguida, beber essa composição, ele será capaz de desfrutar de muitas mulheres.”

As receitas mais parecem simpatias ou poções mágicas compradas de algum feiticeiro. Há inúmeras receitas do tipo espalhadas no mundo todo, não só na Índia, mas da Europa e dos indígenas de muitos continentes também. Dessas receitas surgiram muitos mitos afrodisíacos perpetuados até hoje, escritos por algumas pessoas que leram esses antigos escritos e, já que tinha um objetivo sexual, tachou como afrodisíaco.



A palavra afrodisíaco vêm do grego aphrodisiakós, referente a deusa do amor, Afrodite. Comumente significa elementos químicos (sabores) e odores que possam estimular o apetite sexual e a potência masculina. Na medicina significa restaurador de potência. Em termos de alimentos, significa determinadas propriedades que ajudam numa melhor condição sexual, como aumento da contagem de esperma, ereção, fortalecimento do útero, melhor produção de leite na amamentação, lubrificação vaginal, etc. Fatores que interferem diretamente no ato sexual com o objetivo de procriar. Por isso encontramos várias alimentos e especiarias na lista de alimentos afrodisíacos descritos por cientistas. Lembre-se que a química dos alimentos é algo tão complexo que até hoje foram descobertas uma mínima parte das suas possíveis reações químicas. Logo, muito ainda tem para se descobrir.

Em todas as culturas o objetivo principal da relação sexual é obter uma melhor próxima geração de uma forma saudável. Se a língua de uma pessoa tem um bom hábito alimentar (releia o texto sobre sabor), também têm uma boa vida sexual, porque também são utilizados os mesmos canais nervosos responsáveis pelo prazer. Tudo está interligado no universo. Mas, se o interesse é apenas satisfação de um desejo sexual e efeito imediato, apenas os remédios farão algum efeito. Os medicamentos são preparados através de concentrados químicos de um ou mais elementos, retirados de plantas, minerais, líquidos, etc. Por isso fazem efeito rápido. Os remédios naturais são fabricados da mesma maneira, com a diferença dos elementos utilizados. Na Índia eu visitei 2 fábricas de remédios ayurvédicos e aprendi a fazer uma determinada pílula nas minhas aulas na clínica. O processo foi o mesmo empregado na redução de um molho. A fogo baixo, reduz-se aquele líquido (feito através da mistura de água e uma raiz em pó) até tornar-se mais viscoso e reduzido mais que a metade. Ali está o concentrado do benefício daquela raiz. No caso de um molho, ali está o concentrado de todo seu sabor e alguns nutrientes que sobreviveram ao calor prolongado e constante. Já os alimentos, ingeridos diariamente, serão aos poucos, a base da formação do seu corpo. Por isso seu efeito depende da ingestão constante durante sua vida. Não poderia ser diferente com os alimentos afrodisíacos.

Alimento afrodisíaco by Google image


Os alimentos afrodisíacos, finalmente, resultam na excitação sexual, melhoram a libido e em níveis mais sutis, melhoram o esperma e sua consistência. A comida, bem como uma boa conduta, desempenham um papel vital e os alimentos desempenham um papel muito importante.

Mas, para a medicina moderna, quais são os alimentos afrodisíacos? Existem vários e a primeira coisa a se levar em consideração é: é agradável pra você? (Relembre o importante papel do sabor e inclua aqui o odor também.) Alimentos considerados afrodisíacos são aqueles que melhoram o vigor sexual e, para quem ainda não sabe, as filosofias orientais trabalham bem essa questão: energia sexual é a energia vital de todos os seres. Há inúmeros estudos a respeito e eu não tenho conhecimento o suficiente para explica-lo melhor. Mas a base é uma só: a energia que mantém a vida. Leia relatos de pessoas que alcançaram a iluminação (o nirvana), ou qualquer relato de pequenos prazeres na vida, verá que é a descrição de um orgasmo. 

Um bom alimento afrodisíaco deve promover energia, e carboidratos e proteínas são uma excelente fonte. Não deve ser acompanhados de gordura saturadas, nem ingeridos em quantidade porque todos sabem o resultado disso. A medicina ayurvédica recomenda leite sem açúcar (porque atrapalha na absorção do cálcio), com temperos como gengibre fresco ou cardamomo para ajudar na digestão, por exemplo. Dizem que é bom tomar antes e depois do ato sexual. Frutas frescas são ricas em minerais e vitaminas, nutrientes que nutrem todos os tecidos do corpo, inclusive ovários e esperma. Folhas, principalmente as verdes e escuras são uma boa fonte de fibras com inúmeros benefícios, como o espinafre que ajuda no aumento na contagem de semen e na sua qualidade (lembram do Popeye e sua virilidade?).

Os mais utilizados (por razões óbvias) são os alimentos estimulantes. Algumas especiarias são capazes de estimular o prazer de uma pessoa só pelo cheiro que exala. Seus efeitos são sutis, geralmente só os habituados a saborear alimentos, flores, e tudo na vida, costumam perceber. E nessa lista acrescenta-se as pimentas, noz moscada, cardamomo, gengibre, canela, cravo, tomilho, coentro... também capazes de estimular o apetite.

Alimento afrodisíaco by google image


.Alho melhora a circulação, é vasodilatador e... ajuda a levantar o quê mesmo? Tudo o que estimula o sistema circulatório entra na lista.

.Banana é rica em potássio e algumas vitaminas do complexo B que ajudam na produção de hormônios que beneficiam homens e mulheres na cama.

.As ostras frescas possuem zinco, iodo e fósforo, e pouca gordura. Minerais importantes para a formação dos tecidos e não pesam no estômago. O ato de ‘chupar’ a ostra, feito com classe, é um poderoso estimulante do parceiro à frente.

.O chocolate (o cacau) possui 2 elementos: a serotonina e a feniletilamina. O primeiro é um neurotransmissor conhecido dos pacientes com depressão, responsável por regular o humor, o sono, o apetite, etc. O segundo é um neurotransmissor conhecido como o hormônio da paixão, com a molécula parecida com o da anfetamina. Sem mais, é uma boa combinação para estimular prazeres, não?

.O café possui propriedades antioxidantes, alguns minerais e a cafeína, um alcaloide estimulante do cérebro e do coração. Consumido moderadamente, mantém qualquer um aceso.  

.O álcool é um excelente desinibidor se consumido moderadamente. Acompanhamento perfeito para os mais tímidos.  

Se quer preparar um prato afrodisíaco, certifique-se primeiro que ambos os presentes não são alérgicos a nenhum ingrediente. Depois, certifique-se que o prato desejado seja agradável para ambos. Não deixe o prato pesado com gorduras, e legumes tipo feijão. A reclamação de dor de estômago e as flatulências não são nada atrativos. Procure cozinhar com alimentos mais frescos possíveis. Verifique os nutrientes de cada alimento caso queira aprofundar essa questão, afrodisíacos. Abuse (com moderação) das especiarias citadas, e finalize quando seu convidado(a) chegar em casa, para atraí-lo(a) com aquela deliciosa fumacinha branca que fecha todos os olhinhos sedentos de prazer.  


Fontes
Fisiologia Humana - Arthur C. Guyton
Kitchen Mysteries - Hervé This
 The Ayurveda Encyclopedia de Swami S. S. Tirtha 
The Kama Sutra of Vatsayana. tranlated from the Sanscrit in Seven Parts… by volunteers Enciclopédia das ervas e plantas medicinais - René Morgan. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário