08 outubro, 2012

Pão com tomate (pa amb tomaquet)


Quem já viu o filme Sexo, orégano e rock'n'roll e não saiu cantarolando aquela música que tem um trecho assim... Um lugar do caraaaaaaho! Sempre canto mentalmente quando me deparo com algo estupendo! E assim estou desde que pisei em terras catalãs! 


1 semana e claro que tudo é lindo e tudo é maravilhoso. Essa a é a visão de quem pisa pela primeira vez na Europa. As ruas são bem projetadas, calçadas largas, sinais e faixas de pedestres em todas as esquinas, rampas e calçadas apropriadas para os deficientes físicos, tudo limpo, restaurado e organizado e pessoas educadas (tem umas exceções, mas a gente que é de fora acha tudo divertido ;) A conservação da história da cidade é um charme a parte, já andei muito e mal encontrei prédios modernos. E a sensação é inexplicável... mas ótima! Só vivenciando dá para entender. A cidade foi quase toda restaurada, casas, prédios, castelos, palácios, tudo está em perfeito estado e claro, dando a beleza da cidade. 

Variedade de ovos. Tinha muito mais a direita. 

Vamos ao mercado! Minha primeira visita foi no Mercat del Ninot em Eixample, ao lado do Hospital Clinic. O que primeiro chama a atenção é a variedade de alimentos que você não encontra em seu país: tipos de berinjelas, raízes que parecem uma mistura de nabo e mandioquinha, frutas, cogumelos (nunca vi tanto cogumelo diferente comestível), hortaliças... para quem adora experimentar novos sabores, aqui é um lugar! E ainda tem aquela infinidade de queijos, azeites e azeitonas... havia um box com no mínimo 10 tipos de azeitonas diferentes, todas in natura. Só não consegui tirar foto delas porque tinha muita gente. 

Queijos para todos os gostos, literalmente. 

E apesar de um sábado com o mercado lotado, ninguém atropela ninguém, é um exemplo de cidadania que você só percebe que está cheio por causa da meia hora que esperou na fila no box de peixes. E pensa que vai escorregar em algum alface esmagado no chão? Nada! Tudo limpo e organizado. 

Os tomates ainda em ramos... lindos e apetitosos! Os comerciantes explicam que mantendo seus ramos, eles duram muito mais. 
Primeiras aulas: já compensa o investimento só pelos ingredientes que você prova! As aulas são dividas entre teóricas, tecno-práticas (uma sala em que o professor cozinha e lhe explica passo a passo) e práticas. Nas aulas demonstrativas, ficamos todos quietinhos vendo a arte do professor e como muita gente é de fora, tem sempre as tigelinhas com aquela variedade de ingredientes europeus circulando pela sala para provarmos (a melhor descoberta foi uma hortaliça que parece um trevo com gosto muito parecido com o da amora) . E no final, vamos todos sedentos provar aquelas delícias.  

Esta salada estava simplesmente divina! Atrás havia carne vermelha com molho de trufas negras que já estavam sendo atacadas... Faminto é faminto em todo lugar ;)

Mas as melhores aulas estão na convivência com os catalães que adoram uma boa cozinha. Tive a sorte de morar com uma senhora que além de ser um amor de pessoa e muito solicita, gosta muito da boa cozinha (e saudável ;). No sábado, antes de ela me levar num tour geral pela cidade em seu carro, me apresentou um almoço simples mas típico daqui: pan con tomate (ou pa amb tomaquet em catalão), espinafres a catalã (cozido c/ uvas passas e pinholes) com grão de bico e um peixinho de gosto bem acentuado, o verat (parece uma sardinha bem branquinha, de textura um poucos mais densa e sabor forte, muito bom!) salteado apenas com azeite e salsinha. Claro! Acompanhado sempre de um bom vinho! 
Além dos vinhos serem muito baratos aqui, tem uma casa especializada em vinhos, há 2 quadras de casa, que vende vinho a granel! Vá lá com sua garrafinha e wow! Tem um bom vinho para acompanhar suas refeições diárias ;) 

Pão com tomate
Receita simples, que usam aqui em todas as horas, no café da manhã, para acompanhar pratos, para receber visitas de última hora, etc. 


Pão de payés (em catalão pan de pagès) no Brasil creio que é o nosso pão italiano;
Azeite (um extra-virgem de uma boa marca faz toda a diferença);
Tomate bem maduro.

Corte o tomate ao meio (na horizontal) e corte as fatias de pão. Pegue o tomate e esfregue-o todo no pão até quase acabar com ele (veja a foto abaixo). Finalize com um fio de azeite. Prontinho! Um pão de qualidade da sua padaria de confiança, um tomate bem maduro e orgânico e um bom azeite e essa simples receita fica deliciosa!
Buen provecho!


Um comentário:

  1. Quel, aqueles tomates em ramo são orgânicos? Menina, estou salivando só de ver as fotos...realmente, faminto é faminto em qq lugar! O que são aqueles rolinhos na salada? O pão com tomate lembra (só um poquito) a bruschetta, se colocar um queijinho...
    Adorei! besitos.

    ResponderExcluir