20 abril, 2012

O melhor molho de alho do mundo I (outros virão...)

Já pensou em saborear um alho puro sem ter que espantar o mundo a sua volta? Pronto, já pode desfazer a cara de nojo e descobrir que isso é possível graças ao forno!


Você só precisa de uma cabeça de alho, papel alumínio, lenha, carvão, ter lembrado de comprar o botijão de gás ou ter pago a conta do gás. E se usar o forno convencional, uma travessa pode lhe ajudar. Corte a ponta da cabeça do alho e o alumínio o suficiente para embrulhar (bem) o alho e coloque-o no forno já ligado. Lembra das aulas de física? Se não, leia esse artigo e vai lembrar que quando assar algo no forno, o lado brilhante do alumínio deve ficar para dentro e o fosco para fora, pois queremos que o calor atinja a comida da melhor forma possível (na foto parece ao contrário mas é só o efeito da luz do sol).



Até hoje tenho desentendimentos com o forno, logo não sei te dizer qual é o tempo exato que o alho pega o ponto. Forno depende muito da marca, da sua potência e da inteligência do dono de entender os dois primeiros fatores. E, infelizmente, o alho não é como os bolos que nos avisam com aquele aroma provocador  que sai de dentro do forno até os nossos narizes gulosos quando estão prontos... Mas nesse caso é só culpa do alumínio mesmo ;) Mas se você esquecê-lo no forno, vai sentir com certeza. 



Depois de meia hora (no caso do meu forno a 230 C), abra o forno e apalpe (com uma luva, por favor) o alho . Se você conseguiu apertar e ele amassar, está pronto, pois para este molho queremos ele bem mole. Retire do forno e cuidadosamente abra o embrulho e sinta todo o esplendor do alho! Só não se empolgue e não meta o nariz no vapor que sai do embrulho, sério ;) Aguarde esfriar e aproveite e coma um, purinho, só para você ver como eles (os alhos) foram injustiçados pelos vampiros. 


Receita:
200g de iogurte desnatados (1 pote)
metade da cabeça do alho assado
1 colher (café) de salsinha bem picadinha
sal a gosto


Para fazer o alho, siga a forma de fazer e as fotos acima. Com ele já frio o suficiente para mexer com as mãos, é só pegar dente por dente e apertar o fundinho deles (ele ainda está embrulhado naquela casquinha dele) e apertar como se aperta um tubo de pasta de dente no seu pilão para alho (é bom ter um pilão só para alhos ou pelo menos separar os de salgados e doces) . Você nem vai ter trabalho para amassá-los, é só misturar bem formando uma pasta. Acrescente o iogurte, misture, a salsinha e o sal aos pouquinhos. Vá provando cada vez que colocar sal, porque a intenção é só "acender" o molho. Como o alho já dá um gosto perfeito, mas o iogurte acaba dando uma leve adoçada, o sal é só para dar aquele ponto perfeito final, ou seja, pouco! E pronto, agora você pode usá-lo como quiser, por cima dos seus hamburguers vegetarianos, sanduíches e até na salada. É bem versátil, use como quiser. 
Buen provecho!


*Se fizer exatamente essa quantidade, vai sobrar alho. Mas aí é só você fazer o primeiro procedimento (espirrá-los de suas casquinhas e misturar bem até formar uma pasta) e passá-los em torradinhas. Fica um delícia! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário